Tuesday, September 23, 2008

Quando eu pensava que já tinha visto tudo num campo de futebol...

Jogo: Fornos de Algodres X Fiães (série C da IIIª Divisão Nacional), disputado no último domingo
Resultado: 0-2
Árbitro: Bruno Nave (Castelo Branco), auxiliado por José Bicho e Hélder Ferreira

Aos 59', numa altura em que a equipa visitante já vencia por duas bolas a zero, Filó, o ex-jogador de Sporting de Espinho e Paços de Ferreira, faz entrar Correia para o lugar de Ruben Avelar. Até aqui tudo normal, não fosse o suplente ter entrado com uma camisola, cujos números (dois “3”) eram feitos de fita adesiva.... Ora na ficha de jogo o jogador surgia com o número 35 e não com o 33... Como é lógico, rapidamente os números descolaram e o atleta ficou sem identificação.
Apenas depois de alertado pelos adeptos da equipa da casa, o árbitro lá foi de encontro ao jogador e mandou-o ir até ao seu banco para rectificarem a situação. Como o método utilizado voltou a ser a fita adesiva o resultado foi o mesmo.... Depois de nova ordem de saída de campo, veste uma camisola do avesso sem qualquer numeração e o árbitro assistente permite a sua entrada em campo. Quando constata que o jogador não tem numeração, o árbitro mostra-lhe o amarelo e manda-o vestir a camisola que tinha o número dois nas costas, que pertencia ao jogador que havia substituído...

3 comments :

Anonymous said...

era o rapaz da camisola verde!

Felipe Moraes said...

Já usei fita adesiva uma vez apenas, em campeonatos da escola, nos meus bons tempos de beque pela esquerda. aeuhuehauehaueauehaueu

Abraço,
Felipe Moraes

Pâm SãoPauliNa-RP said...

kkkkkkkkkkkkkkk
eu achava também que ja tinha visto tudo ...
era só q me faltava
rsrsrs

Beijosss