Monday, February 04, 2013

O melhor norte-coreano foi jogar para a Coreia do Sul

Jong Tae-Se é o melhor futebolista norte-coreano da actualidade e, por conseguinte, o mais mediático. Deste modo, não deixa de ser bastante curioso e irónico até, que o avançado tenha assinado recentemente por um clube da Coreia do... Sul, dadas as conturbadas relações entre as duas nações. Nascido no Japão, depois de ver confirmada a transferência do Colónia para o Suwon Samsgung Bluewings, o "Rooney Asiático" afirmou que «jogar na Coreia do Sul significa» para si «representar a Coreia do Norte internacionalmente. Enquanto aqui estiver, ficarei satisfeito por servir como um embaixador entre o Sul e o Norte». Aos 28 anos, o atleta, - que é filho de pai sul-coreano e mãe norte-coreana -, trocou a segunda liga alemã por um dos mais famosos clubes sul-coreanos, campeão por quatro vezes desde a sua fundação em 1995.

Jong Tae-Se tornou-se mundialmente famoso durante o Mundial 2010 por ser a principal figura da seleção da Coreia do Norte e por ter chorado durante o entoar do hino do país que escolheu representar antes do jogo com o Brasil. Foi a participação no Campeonato do Mundo que lhe permitiu ganhar o “passaporte” para o futebol europeu, tendo sido contratado pelo Bochum, mas a “aventura” não correu da melhor forma e agora está de volta ao futebol asiático. Antes de chegar à Alemanha, Jong Tae-Se, que sabe falar português devido ao contacto com brasileiros no Japão, deu nas vistas no Kawasaki Frontale.

Adiram ao blog no facebook em

3 comments :

pedrocidadenews said...

É o futebol Coreano querendo manter seus craques e através dele criar novas escolas.
interessante seu post.

entra no meu blog depois podemos quem sabe ser parceiros.
um abraço.

Anonymous said...

Tornou-se "mundialmente famoso"?! Eu devo andar muito desatento para não conhecer a criatura... Seja como for, elogio aqui a paciência 'coreana' de quem se dá ao trabalho de saber mais sobre o... "Rooney asiático"!!

betclic said...

Curioso. Mas não me parece que a sua estadia pela Coreia do Sul vá ser muito pacífica dadas as relações entre as duas Coreias... Mas pode ser que sim... o futebol tem destas coisas