Thursday, August 09, 2007

“Globettroter” Lipatin dispensado do Marítimo


Sebastião Lazaroni acaba de dispensar pela segunda vez na sua carreira, o avançado Marcelo Lipatin que na época passada, apesar de raramente ter sido titular, fez sete golos na sua temporada de estreia em Portugal. Um registo bem razoável, mas que voltou a não convencer o experiente técnico brasileiro que já tinha dispensado o uruguaio em 2001 quando ambos representaram os japoneses do Yokohama. Lipatin, que nasceu em Montevideo a 28 de Janeiro de 1977, é um autêntico “Globettroter” do futebol, falando fluentemente “brasileiro” devido à passagem por três clubes daquele país: Paraná (96), Coritiba (2000) e Grémio (2005/06). Em 97, teve a sua primeira experiência na Europa ao serviço do PSG. Não se conseguiu adaptar, daí ter voltado para o seu país, onde representou o Wanderers e Defensor. Jogou ainda na Grécia pelo PAS Giannina, na IIª Divisão Helénica, em Itália, pelo Bari, e no México, pelo América. Ao todo, já jogou em oito países. Será que, com 30 anos, se seguirá outra “aventura” noutro campeonato? Veremos. Igualmente dispensado do Marítimo, foi o holandês Arvid que chegou a meio da época passada do PSV rotulado de “vedeta”.

7 comments :

Anonymous said...

por vezes nao se percebem as opinioes/decisoes dos treinadores. de vfacto plipatin fez uma boa epoca no maritimo mas...agora é dispensado. interesados ñao devem faltar. quanto a arvid...desconheço o valor do holandes. na frente os madeirenses contam agora com makukula e bruno fogaça. a defesa foi reforçada com edigle, e, curiosamente, outro holandes, van der linden.
ass: faustino caldeira

sonacanela.blogspot.com said...

Sobre o post anterior, muito bom os nomes. abrcs.

Bruno Pinto said...

Por mim, dispensar o Lipatin é um erro crasso de Lazaroni. Teria até lugar no onze. Mas vamos ver...

Patrícia Arantes said...

obrigado por comentar o meu blog, fico contente por ixo :D

gerson sicca said...

Lipatin foi muito mal no Grêmio de Porto Alegre. Não era jogador para o clube.
E Lazaroni, no Brasil, foi um fracasso total. Nem sei se ele tem mercado aqui. Como ele está em Portugal?

Renatinho said...

Lipatin, foi um dos heróis do Grêmio em sua volta a primeira divisão. Não teve uma má passagem pelo Grêmio não. E ele fala muito bem o "brasileiro" por que morou muito tempo no Brasil, somente nasceu no Uruguai, sua infância foi toda no Brasil. Lazaroni é motivo de píada no Brasil. Muito fraco. Com certeza confirmou sua incopetência ao dispensar o Lipatin.

Manolo said...

Lepa como era chamado ....Um cara dedicado e sempre objetivo em sua vida mas o futebol cria situações sempre inusitadas.

Mas Lepa vc é um cara que merece respeito acima de tudo.

Fique com Deus

De seu amigo Manolo