Tuesday, January 05, 2010

O último clube do meu último ídolo!

Se há um jogador em actividade que eu tenha considerado um ídolo na minha adolescência ele é Roberto Carlos. Talvez por ser canhoto, como eu, e o melhor lateral esquerdo que vi actuar até hoje sempre apreciei a sua forma de jogar e o seu “pontapé-canhão”. A única camisola que tenho de um jogador de futebol só podia obviamente também ser sua. Agora que chega ao Corinthians desejo-lhe toda a sorte do mundo e que consiga concretizar o sonho de vencer a Taça dos Libertadores. Confesso que ainda gostava de o ver defrontar Cristiano Ronaldo pelo Brasil na África do Sul.

6 comments :

Francisco Chaveiro Reis said...

É um fenómeno e mereceu , vários anos, a Bola de Ouro.

Paulo said...

Valha a verdade que este é, de facto, o melhor lateral esquerdo que se viu no futebol moderno. Contudo, é importante lembrar um outro brasileiro - Branco - que jogava na mesma posição, também no 'escrete' e que teve uma passagem brilhante por portugal. O problema é que jogou no melhor clube do país e não veio para a capital sujar roupa. Talvez por isso, o capataz aqui do bloguio, não se lembre dele!

Ultra, um modo de vida said...

Visitem:

http://ultraummododevida.blogspot.com/2010/01/opiniao-ano-2009_06.html

E deixem a vossa opinião sobre o movimento ultra no anos de 2009.

Abraço.

Brasil Empreende said...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem de hoje: Série: Seleções Rumo à África
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.

FutebolStorming said...

Que grande lateral esquerdo! O primeiro denominado defesa moderno que me lembre a aparecer: atacava e defendia com a mesma segurança e eficácia. Aquele livre contra a França é...inesquecível.

http://futebolstorming.blogspot.com

Onde o futebol é visto a quatro dimensões! Visitem!

Bruno Miguel Espalha said...

Não concordo. Roberto Carlos foi um ala esquerdo muito bom, mas não foi um grande lateral esquerdo porque muitas vezes subia e não voltava para trás e se não tivesse um grande central do seu lado para lhe dar cobertura a equipa muitas vezes ressentia-se disso. O primeiro lateral-esquerdo do futebol moderno foi Nilton Santos nos Anos 50. Até lá os laterais raramente passavam do meio campo para a frente..

Este blog está bastante interessante. Vejam também o meu http://pensofutebol.blogspot.com